na fotografia II

na fotografia II

o vento sopra as fotografias
pela janela
e o tempo, embora mais velho,
mantém seu ritmo calmo e violento.

as ondas na praia são certeza
da lua irresoluta;
tornei-me aquela memória
indigna de confiança
que sempre me supus.

a luz azul está desaparecendo
aos poucos, ao longe.
o barulho continua me perseguindo
–eu tentei ser tudo
e não fui nada.

entendendo devagar que
não existe daqui a um ano
nem daqui a dez anos
–meu pra sempre durante
um átomo de tempo.

o vento sopra as fotografias
pela janela
e as águas salgadas e geladas do mar
ignoram nossos sorrisos anacrônicos.

Anúncios

brisa

porque o melhor momento da vida
quando o mistério perde o sentido
a nostalgia registra a sensação
e guarda o melhor momento da vida
na caixa errada, uma que se possui
mas não se acha quando quer ou precisa
tipo um celular porém menos útil mais bonito
porque o melhor momento da vida
não é num grupo não é a dois
você está no dia que não tem nada
o melhor momento da vida
acontece da mais pura ausência
de preocupações de acontecimentos
você não guarda o vento nem a vista
não fica a temperatura ideal em que
o frio não é frio e o calor é apenas
gostoso
o melhor momento da vida
faz os cabelos vibrarem inquietos
e não deixa lembranças maiores
do que os momentos que vêm antes e depois
do melhor momento da vida
tem a ver com aquela manhã
aquela noite perfeita
tem a ver com isso
o melhor momento da vida
tem a ver com tudo antes e depois
sem nada no momento
e a única razão para que você
não perca esse momento dos olhos fechados
da mente gozando
é ter alguém para contar
sem falar nem realmente guardar
só olhar