Bobsó

   Há um segundo atrás, havia três caminhos possíveis. Tanta esperança a dissipar. Um dia, uma semana, um mês. Perde um pouco de sentido a cada pirueta e marcha para o fim. A mesma respiração nervosa de pré-duelo para devaneios demais. Foi com uma conversa entre jovens adultos, com um pôr do sol ao fundo e os raios solares sobre os olhos lacrimejantes de todo mundo. Não se vê o inimigo, só sua silhueta.
   O tempo demora uma eternidade, mas não uma eternidade qualquer. Demora uma eternidade disforme, contida na eternidade dos segundos antes de um beijo há muito esperado. Este tipo de eternidade é o caos: parece que eu estava acordado quando na verdade eu dormia. No calor do momento, escolhi todos os três caminhos.

Anúncios

2 comments

  1. Pingback: Bobsó « margarida e violeta
  2. Aline Vöros · Junho 25, 2012

    Três escolhas sem ônus é paraíso!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s