como a vida como um furacão como a vida


três lustros não são um furacão
quando por motivo de sinuosidade
no percurso do tempo ocorre um acidente terrível
e perde-se os desprazeres da mocidade,
as decisões erradas,
a distorção temporal entre júbilo e
espelho, espinha, espera, esperança.

fora isso, você está no olho do furacão, meu amigo.
nos olhos da onda furiosa
que te ilumina um corredor escuro
e te traz de volta do futuro
com o sabor do cafézinho de sexta passada.

com mãos grandes
e ideias reduzidas a vento,
basta rodopiar e rodopiar,
de volta a vida como um furacão
como é vida de um passo atrás:
como se você tivesse aprendido.
como se você não se deliciasse
com os desprazeres e a
melancolia da vida igualmente
como se tivesse três lustros vivido.

abrace o desgoverno, amigo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s