A verdade

 
Nós
estávamos cambaleando
por uma parte vazia da festa
e eu disse:
-Nós somos essencialmente solitários.

Ela
estava
nos meus braços.
E respondeu:
-Sim, a música veio primeiro que o sofrimento.

Acho engraçado você dizer isso.
Engraçado por quê?
Porque você não ama ninguém.
É mentira, eu te amo.

(beijo)

Não, não é mentira. Você sabe.
Nada disso. Você é o garoto que
entende minhas citações de “Alta Fidelidade”.
E isso significa alguma coisa?

(beijo)

Significa, oras.
É? O quê?
Que eu te amo.
Duvido.

(beijo)

Não vou discutir com quem
não gosta do romantismo.
Mas o romantismo é falso
e tão tão plástico.

(beijo)

Ele é essencial para ser negado
por quem veio depois.
Isso é verdade.
Eu te amo.

Não acredito.
Pois acredite.
Por que deveria?
Garotas falam a verdade.

(beijo)

Você tem tara por idiotas?
Você não é idiota.
Você gosta de garotos “bonzinhos”?
Você é a minha exceção, eu te amo.

(olhar irônico meu pra ela)

Como você pode gostar de alguém
achando que todas
as histórias de amor
são iguais?

(ela olha para o outro lado)

Porque você precisa que te amem?
….Quem disse isso? Eu não preciso.
Então porque tanta pergunta?
Eu gosto de saber a verdade.

Garoto! Eu te amo e pronto!

-E isso é verdade?
-É.

(beijo)

Vodka me deixa apaixonada.

(beijo) – fade out

[J.D. Crespo – 02/11/09]
 

Anúncios

6 comments

  1. Marina · Novembro 2, 2009

    Já nao acho que todas as historias de amor são
    iguais e encontrei o par do Neruda.
    Agora voce respeita o Romantismo, ja sabe o
    final do livro.
    É verdade aquele é meu livro preferido.

  2. manuela · Novembro 3, 2009

    ”Vodka me deixa apaixonada.” é o melhor do texto!

  3. Lua · Novembro 3, 2009

    dá próxima, em um texto desse tipo, dita o ritmo antes.
    li rápido e estraguei tudo.
    no mais, uma boa tatuagem.

  4. Adriana B. · Dezembro 23, 2010

    Que lindo!

    “-Sim, a música veio primeiro que o sofrimento”.

    • J.D. Crespo · Dezembro 23, 2010

      Referência à Alta Fidelidade (filme/livro)

      – What came first, the music or the misery? People worry about kids playing with guns, or watching violent videos, that some sort of culture of violence will take them over. Nobody worries about kids listening to thousands, literally thousands of songs about heartbreak, rejection, pain, misery and loss. Did I listen to pop music because I was miserable? Or was I miserable because I listened to pop music?

  5. vörös · Janeiro 1, 2011

    Bons os dois textos: Mentira e Verdade.
    Gostei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s