Prefiro a certeza (da loucura)

  
A memória inconstruída virou foto não tirada
de um mar desmolhado que habita o oceano
de terra do centro de uma grande cidade blé.
O lugar caoticamente ordinário e sem graça
– com gosto de raíz quadrada e semiótica -,
tinha cá e lá coisas assim cheias de truques e
máquinas fotográficas que criam aquele troço
sem nome na língua de quem entende a razão;
Nessa rotina imutável, cria-se um ciclo vicioso
de uma vida sem sonhos e ambições medíocres
que matam todo dia vinte porquinhos-da-índia
da imaginação ainda pura de crianças-crianças.

Eu prefiro a certeza de minha
(inconstância ambulante borbuletária enlagartixante furta-cor)
loucura
do que a dúvida da sanidade.
   

Anúncios

One comment

  1. Ingrid Crespo · Dezembro 3, 2010

    Adoreiiii manoelesco =}

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s