São Cristovão

 

  As nuvens mui densas aquarelam o chão e o céu, me deixando sem horizonte. Meus olhos lacrimejam tentando enxergar terra seca. Quando perdidas as esperanças avisto barco enegrecido e vagante, que aporta aos meus pés espalhando areia. O kybernéces é um pedinte cego, de cuja boca escorre seiva dourada. Todo bién. Estoy listo. Posso finalmente dormir e esquecer.

 

Anúncios

One comment

  1. sunflower · Novembro 17, 2010

    De súbito, quis googlear o que era kybernéce pra tecer um comentário metido a sabido. Mas, antes mesmo, me dei conta que poesia não se entende, se sente. E essa cumprio o dever dela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s