Mais um sábado à noite…

 
Paciência.
Respira. Mais fundo.
E mais uma vez.
Vai ao banheiro lavar o rosto.
Bebe um copo d’água.
Respira fundo.
Se joga no sofá e assiste a alguns episódios da série preferida.
Ri alto. Tão alto quanto se pode rir.
Levanta e lava o rosto mais uma vez.
Toma um remédio para o estômago (já afetado pela situação).
Veste uma camisola (aquela que ele nem chegou a ver).
Toma um calmante.
Respira fundo.
Manda uma mensagem carinhosa de boa noite (apesar de tudo).
Respira o mais fundo que consegue.
E vai dormir.
Fingindo que não liga.
 

Anúncios

2 comments

  1. silenciosdoloridos · Setembro 19, 2010

    Já escrevi sobre a minha dificuldade com as noites de sábado em “O amor (é) raro”. Ao ler “Mais um sábado à noite” me sinto quase fielmente retratada.

  2. silenciosdoloridos · Setembro 19, 2010

    Corrigindo: falei sobre isso em “Início e fim”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s