Dois dias de solidão

1# Dia
 
Sozinho aqui nessa casa,
começo a enlouquecer,
Ouvir vozes, passos e barulhos.
Liguei para ela, pra falar futilidades,
na verdade só queria ouvir a voz dela.
Queria ter certeza de que ela já se animou,
e que todas as besteiras que eu fiz
não deixaram estragos, rombos ou mágoas.
A conversa durou nove curtos minutos e onze segundos.
Coitado de mim mesmo – que quis me isolar do mundo
e não consigo ficar sozinho.
—-
2# Dia

Os dias aqui demoram uma eternidade.
Mas não uma eternidade qualquer.
Demoram uma eternidade disforme,
contida na eternidade que leva nos segundos
antes de um beijo, há muito esperado.
Esse tipo de eternidade, me enlouquece;
a noite meus sonhos se misturam com realidade
e parece que eu fiquei acordado
quando na verdade estava dormindo,
tudo anda real demais para meu cérebro.
Algo me chama em algum lugar, eu sei.
 …

[J.D. Crespo – 19/02/07]
 

Anúncios

2 comments

  1. Juliana Dias · Agosto 21, 2010

    =) Muito bom mocinho!

    • Dos Sonhos · Agosto 21, 2010

      Nem acho. Mas é sincero. Eu escrevi isso há muito tempo, numa época romântica, e eu de fato me isolei e fiz a ligação e escrevi isso.

      E, porra, demorou uma semana… Finalmente posso te dizer: Parabéns! Você fez o post nº500!!! Depois te dou um prêmio por isso. Já até imagino o quê (te digo: um texto secreto, nunca mostrado pra ninguém).

      =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s