Contagia

  

  Quando era criança, o Zeca leu num livro a palavra “doença contagiosa” e perguntou para à tia o que era. Ela disse que era uma doença que passa de uma pessoa pra outra e assim em diante. “E isso é ruim?”, ele retrucou com os olhos enormes. “É sim…”.
  Muitos anos se passaram até que ele virou Palhaço. Não um qualquer, um ótimo palhaço, extremamente engraçado… Um verdadeiro animador. O sorriso incrível, ia de orelha a orelha e como mágica ou doença passa de rosto à rosto – do dele para o da platéia. Ninguém escapa, pessoas humildes, famílias inteiras e até quem tem mais dinheiro.
  Fora dos palcos, poucos o reconhecem. É sério – e triste. Fica deprimido. Quando tem a palavra sua felicidade contagia, como doença: pra ele, esse é o problema. Enquanto as pessoas riem, gostam de rir e sabem quem as faz rir, dificilmente têm noção do que faz aquele em que votaram. Ou se lembram em quem votaram.
  No camarim, preparando sua apresentação e representação como Palhaço, Zeca sempre pensa nisso. Fica com aquilo na cabeça: a platéia nem sabe o que faz eles procurarem tanto uma alegria contagiante como a dele. De qualquer jeito, ele segue em direção ao público e continua sendo grande Palhaço que é.
– Com vocês, o Deputado José Carlos!
  Mas mesmo com todos sorrindo, ele sabe que faça o que fizer, é possível que semana que vem ninguém lembre mais dele.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s